Colírio para glaucoma - Portal Vida e Saúde

Colírio para glaucoma

By on 5 de Fevereiro de 2018

Olá, tudo bem?

Você sabia que existe colírio para glaucoma?

A boa notícia é que existe sim! Agora a má é que você precisa ter cuidado com esse colírio e, principalmente, com a doença.

Continue lendo para entender o porquê disso!

O que é glaucoma?

Vou começar com uma rápida revisão sobre o glaucoma. É uma doença muito séria e que se for tratada pode levar a cegueira.

O termo glaucoma é genérico, pois abrange uma série de doenças que atingem o nervo óptico.

Este nervo é responsável por carregar todas as informações visuais que o olho carrega até o cérebro, um trabalho bem importante, não é?

Por isso que quando o glaucoma chega ao nervo e danifica suas fibras, este começa a desenvolver pontos cegos no seu campo visual (esse é o começo da cegueira).

O principal fator disso é a chamada pressão intraocular (dentro do olho) que está elevada.

Para saber mais sobre a doença, confira o artigo especial que fiz sobre o que é glaucoma.

colírio para glaucoma

Colírio para glaucoma

O colírio para glaucoma é um dos três tipos de tratamento para essa doença. Ele ajuda a reduzir a pressão no olho e são, muitas vezes, recomendados pelos médicos dos olhos.

Existem alguns tipos de colírios que você vai ver abaixo, mas a grande maioria tem o objetivo de reduzir o líquido que circula dentro do olho (humor aquoso) e com isso baixar a pressão intraocular.

Tipos de colírio

Existem vários tipos de colírio e alguns deles são: betabloqueadores, inibidores de andrase carbônica, mióticos, entre outros.

Como utilizar

O uso do colírio para glaucoma é bem parecido com o de outros colírios, mas como sempre tem suas particularidades.

Agite o colírio antes de usar e pingue apenas uma gota de cada vez na parte inferior do olho. Mais especificamente na bolsa vermelha que surge quando você puxa para baixo a pálpebra inferior.

Depois de pingar feche o olho e o ideal é estar deitado para fazer esse procedimento.

Efeitos colaterais

Agora como tudo na vida esses colírios podem apresentar efeitos colaterais que você precisa tomar cuidado.

Entre os mais comuns estão: queimação, visão turva, boca seca, dores de cabeça, vermelhidão e ardor no olho, fadiga, sonolência, coceira, irritação ocular, etc.

Consulte um oftalmologista

Por essas e outras que eu (sempre) recomendo consultar o oftalmologista que é um médico especializado nos olhos e que vai dar toda a orientação necessária para o tratamento.

Clique neste link para você marcar a sua consulta com o oftalmologista e passar a cuidar da saúde dos seus olhos.

Ficou com alguma dúvida? Já conhecia o colírio para glaucoma? Deixe suas experiências e comentários aqui para que possamos conversar mais sobre o assunto.

Se curtiu, aproveite então para compartilhar esse artigo nas suas redes sociais e ajude mais pessoas no tratamento do glaucoma.

Até a próxima!

O Curioso dos Olhos
Seu olho como você nunca viu

About admin

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *