O que é terçol: causas, sintomas, tratamento e prevenção

O que é terçol: causas, sintomas, tratamento e prevenção

By on 7 de Maio de 2016

Você sabe o que é terçol?

Aquela bolinha vermelha nos olhos que incomoda muito?

Exato!

Neste artigo especial, vou detalhar melhor sobre essa doença dos olhos para ajudar você a identificá-la e descobrir a melhor forma de tratamento para o seu caso.

o-que-e-tercol

O que é terçol?

Terçol é uma inflamação das pálpebras dos olhos causada por infecção de uma ou mais raízes das pestanas ou de glândulas sebáceas. Devido ao seu aspecto, esse problema poderia ser chamado de “caroço nos olhos”.

Na realidade, são pequenos abscessos (acúmulo localizado de pus) que produzem caroços avermelhados e doloridos e seu crescimento ocorre ao longo de um dia.

Por tratar-se de uma inflamação, diferente da conjuntivite, o terçol não é contagioso, porém se houver uma infecção na região afetada, com a presença maior de pus e o aparecimento de bactérias que se proliferam na região, como a Staphylococcus aureus (estafilococos), é possível que a infecção seja transmitida ao tocar nas lágrimas ou no terçol do individuo.

A inflamação pode durar até vinte dias, se o problema persistir após este período é necessário procurar ajuda de um oftalmologista.

Como o terçol surge?

As lágrimas constituem o sistema de lubrificação dos olhos. São continuamente produzidas pelas glândulas lacrimais e drenam pelos ductos lacrimais para as narinas.

Com frequência, os ductos lacrimais não se acham completamente desenvolvidos por ocasião do nascimento, podendo haver bloqueio na drenagem das lágrimas.

Quando isso ocorre, as lágrimas se acumulam no ducto lacrimal, fazendo com que ele fique inchado, o que produz um caroço na porção lateral da narina logo abaixo do canto do olho. Esse caroço normalmente não está avermelhado ou dolorido, a menos que infeccione.

E quando existe bloqueio dos canais lacrimais ou terçol, não há comprometimento do globo ocular. Problemas com o globo ocular, sobretudo com a visão, não são causados por esses dois problemas relativamente simples.

Sintomas do terçol

Os primeiros sinais do terçol são rigidez, dor e vermelhidão na área afetada. Os sintomas tardios incluem sensibilidade à luz, coceira, inchaço, lacrimejamento constante e desconforto ao piscar, esticamento da pele causando certa deformidade e ampliando a não-simetria entre os olhos.

Além de vermelhidão na região afetada, sensação de formigamento, sensação arenosa nos olhos, inflamação nas pálpebras, surgimento de um pequeno ponto amarelo ou avermelhado semelhante a um grão entre a pálpebra e os cílios.

A aparição do terçol pode acontecer devido a vários fatores, como por exemplo, excesso de maquiagem ou por esfregar frequentemente os olhos. Outras causas podem ser a blefarite (inflamação crônica do olho), além de mudanças hormonais e estresse.

Tipos de terçol

Depois de você entender o que é terçol, suas causas e sintomas, vamos para os tipos de terçol.

Existem dois tipos de terçol: o interno e o externo. O primeiro surge por meio de um abscesso localizado na borda da pálpebra, com a presença de um ponto vermelho semelhante a um grão, costuma levar mais tempo para curar que o externo.

O segundo apresenta-se com uma inflação avermelhada na borda da pálpebra, com o aparecimento de um ponto amarelado semelhante a um grão.

Também é possível ter os dois tipos de terçol ao mesmo tempo. E para evitar esse problema é necessário higienizar as mãos frequentemente e evitar mexer nos olhos.

Dicas caseiras para tratar o terçol

– Água morna: ferva um litro de água e espere ficar morna. Umedeça um pano ou algodão e coloque sobre a pálpebra durante 10 minutos.

– Tomilho: Corte o tomilho, coloque-o em uma compressa junto com água de rosa por pelo menos uma hora. Aplique duas vezes ao dia.

– Acácia: Adicione um pouco das folhas de acácia para duas xícaras de água fervente. Deixe a solução esfriar e depois molhe um pano e faça compressa na região.

– Bolsa de chá: Umedeça uma bolsinha de chá com água morna e coloque-a por 10 minutos em cima do terçol.

– Pepino: O pepino é refrescante e adstringente, ótimo para aliviar a dor e inchaço. Corte em rodelas e coloque sobre o terçol.

Tratamento do terçol

O tratamento do terçol consiste na utilização de cremes antibióticos se houver aparecimento de infecção, é possível utilizar analgésicos e drogas antiinflamatórias para dor e fazer compressas a base de soro fisiológico.

As compressas ajudam o “amadurecimento” do abscesso, ou seja, o tecido sobre o abscesso se torna bastante fino, deixando o pus bem próximo de sua superfície. Quando o abscesso amadurece normalmente, drena espontaneamente. Se isso não ocorrer, é necessário que o médico faça uma pequena incisão no abscesso.

A maior parte dos terçóis drena espontaneamente; podem drenar para o olho ou para a pele. Em alguns casos, o terçol desaparece antes mesmo de amadurecer ou drenar.

No caso de bloqueio dos canais lacrimais, massageie o caroço para baixo com compressas úmidas e mornas várias vezes ao dia. Se o caroço não estiver avermelhado e dolorido, essa manobra pode ser feita por vários meses. Já, se o problema é de longa data, obtenha orientação de um oftalmologista.

Se o caroço ficar avermelhado e inchado, pode haver necessidade de colírio para terçol com antibiótico.

Caso você esteja com o terçol não toque, aperte, esfregue, perfure e nem tente extrair a inflamação, pois isso pode aumentar a infecção e danificar as glândulas lacrimais. Higienize constantemente a região, não use maquiagem até que o olho tenha se recuperado e evite o uso de lentes de contato.

E você, entendeu o que é terçol? Acha que está com essa doença?

Comente nos campos abaixo e aproveite para marcar uma consulta com um oftalmologista para que ele passe o seu diagnóstico.

About admin

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *