Presbiopia tem cura? - Portal Vida e Saúde

Presbiopia tem cura?

By on 21 de abril de 2016

Você sabe me dizer se presbiopia tem cura?

Se não sabe, fique tranquilo! Essa pergunta será respondida neste artigo.

Mas, antes vamos entender o que é presbiopia.

Essa doença é baseada em uma condição totalmente relacionada à idade, que acaba afetando muitas pessoas.

Quando ficamos mais velhos, algumas doenças surgem com o passar dos anos, como é o caso da presbiopia, que causa embaraços para focalizar objetos, principalmente em ambientes com pouca luz.

Causas

É um processo natural que ocorre durante o envelhecimento e da idade avançada. O cristalino do olho é a estrutura que tem características semelhantes a uma lente de contato e seu papel é movimentar-se para focalizar objetos.

Por certas razões, ele pode perder a agilidade e consequentemente se tornar menos versátil. Normalmente, a luz da retina está concentrada nela, porém, neste caso, converge atrás da mesma, tendo como resultado uma visão distorcida, principalmente de perto.

Sintomas

O principal sintoma se revela na tentativa de você focar em objetos próximos. Dependendo da distância, você não consegue, de forma ágil, focar rapidamente e isso afeta sua visão diariamente em atividades como a leitura.

Isso acontece pelo fato de letras parecerem embaçadas, e quanto mais perto estiverem, mais distante você vai colocar o livro para poder enxergar com nitidez.

É importante que haja a correção o quanto antes, pois seus indícios levam para fortes dores de
cabeça e cansaço dos olhos.

Presbiopia tem cura

Sinais

Pessoas com idade além dos 40 anos devem ficar atentas a qualquer dificuldade que observam para focar objetos e quaisquer outras coisas quando a distância é mínima.

Ao notar estes indicativos, procure um oftalmologista que lhe encaminhará a exames oculares e fará o diagnóstico corretamente.

Além dessa condição relacionada à idade, existe também a degeneração macular e o glaucoma, que podem ser confundidos.

Ainda está com dúvidas sobre essa doença dos olhos? Confira o artigo o que é presbiopia.

Mas, afinal presbiopia tem cura?

Tratamento

Esta disfunção tem procedimentos de formas fáceis, já que pode ser corrigida através de óculos multifocais ou até mesmo lentes de contato que fazem o papel do cristalino, que fará com que automaticamente a projeção da imagem seja restabelecida.

Dependendo do paciente, a melhor maneira quando tratando do segundo tópico é a monovisão, que ocorre da seguinte forma: um olho é utilizado para melhorar a visão de perto e o outro para longe.

Mas, lembre-se de nunca se diagnosticar sem o auxílio de um oftalmologista, que é o único a saber o mais adequado tratamento para seu tipo específico.

Presbiopia não tem cura, mas com o processo correto é possível corrigi-la e estabilizá-la, assim como os métodos indicados acima, que compensam de maneira significativa em sua dificuldade.

Cirurgia

A cirurgia realizada é a mesma técnica para os casos de miopia, astigmatismo e hipermetropia.
Seu nome é LASIK e sua função é corrigir erros refrativos, o que faz com que o formato da córnea seja modificado.

A segurança deste método, quando há o envolvimento da presbiopia, não é garantida com relação ao resultado, pois a verdadeira correção está na córnea e não no cristalino, área mais afetada.

Há também estratégias como Rádio Frequência, que corrige temporariamente problemas da visão, e a Cirurgia Facorefrativa, substituindo o cristalino por uma lente de acrílico, mas nem
todos especialistas concordam com este método.

Por todos esses motivos que você acabou de acompanhar, é essencial que você marque uma consulta com um oftalmologista, já que apenas ele é responsável por diagnosticar e disponibilizar os tratamentos adequados para você.

E você, o que achou do artigo? Acredita que a presbiopia tem cura?

Deixe seus comentários e impressões nos campos abaixo.

Até a próxima!

O Curioso dos Olhos
Seu olho como você nunca viu

About admin

One Comment

  1. Pingback: O que é presbiopia? - Portal Vida e Saúde

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *